Testando em material acessível

14.10.15 Anahy Britto 0 Comments

Diante da dificuldade em obter papel de qualidade para aquarelas, eu me vi na eminência de testar outros tipos menos indicados. Dessa vez foi um papel de branco tipo "casca de ovo". Ele possui baixa gramatura e por isso o trabalho enrugou, mesmo preso à prancheta com fita crepe. A tinta também foi do tipo escolar e japonesa (dizem que não são ideais por possuírem pigmento branco na composição, o que deixa a pintura meio fosca (bufenta, como se diz aqui na Bahia). lol
O que pude concluir é que embora não sendo o ideal, dá pra pincelar sem maiores complicações, e é claro que se o seu trabalho vai ser comercializado é melhor investir em material de qualidade superior.
Sobre a pintura, exercitando paisagem e botânica ao mesmo tempo... a frase para treinar caligrafia a bico-de pena com tinta nanquim não poderia faltar. Vou reescrevê-la para quem precisa dela traduzida:
" A natureza sempre nos convida feliz a fazermos uma pausa para pensarmos. Gratidão sempre!"


Um abraço testado,
Anahy


0 comentários: